Blog do Mauro Beting

Ruim. Mas reversível. Atlético Paranaense 3 x 3 D.Capiatá. 

Mauro Beting

Não pode bobear três vezes em bolas lançadas de um lado a outro. Bolas paradas como a defesa atleticana. Pregada no chão. Prostrada como saiu frustrada a torcida que fez clima de Libertadores na Arena. Mas saiu com decepção e amargura de jogo perdido. Irritado e irritante. 

Com a bola também parada ou cruzada o Furacão fez três gols. Gedoz, cada vez melhor, guardou de falta e de pênalti. Pablo fez mais um. Naquela virada da virada de Libertadores facilitada pelo jogador a mais desde os 14 do segundo tempo. Na empolgação que Gustavo Villani também transmite no Fox Sports. E tão bem exclamou no ''inacreditável'' gol do último empate paraguaio. 

Gavilán foi um ótimo meio-campista de boa passagem pelo Brasil. Montou time certinho. Chato. Moderno. E tem enormes méritos por buscar o empate que os erros individuais atleticanos entregaram. 

Foi inacreditável. Mas não é irreversível. Por mais difícil que deverá ser na volta.