Blog do Mauro Beting

Vanderlei! Santos 1 x 0 Palmeiras.

Mauro Beting

Kayke fez na frente em lance discutível por causa de falta anterior em Edu Dracena o gol da vitória santista na estreia de Levir. Dá pano pra manga e apito pra banana o lance – como o pênalti sofrido no final pelo próprio Dracena. Mas o que não se pode discutir é o que ainda não se cogita na Seleção: depois de tantos goleiros meia-luva chamados pelo Brasil, por que diabos o goleiro de todo o Santos Vanderlei não recebe ao menos uma chance com Taffarel e Tite? 
Ele foi o melhor goleiro do BR-16. E não fosse ele com pelo menos sete grandes defesas, confesso que perdi as contas, o Palmeiras teria vencido na Vila. E não seria injusto. Foi o inverso do clássico do SP-17, quando Fernando Prass teve a partida da carreira dele e impediu goleada que virou virada por 2 a 1. Desta vez, Vanderlei é quem definiu a vitória para o Santos ainda carente de seu futebol possível como de um sistema defensivo confiável. 

O Palmeiras manteve o pavoroso desempenho visitante. Mas jogou melhor do que nas visitas passadas. Errou menos atrás. Criou mais à frente. Mas segue sem fazer gol. E sem dar impressão de ser uma equipe consistente. Com uma ideia de jogo. Com um futebol compatível com o elenco que tem. Não é um supertime. Nem será.  Mas não é só isso.