Blog do Mauro Beting

Pra inglês ver. Inglaterra 0 x 0 Brasil.

Mauro Beting

Não era a melhor Inglaterra. E ela pode ser muito boa em 2018 e excelente em 2022. Desfalcada de alguns dos melhores e com a proposta assumida de testar jovens em situação de risco. Como já havia sido contra a Alemanha também sem a força máxima no empate sem gols. Como foi o jogo também sem grande futebol contra o Brasil no “Templo Sagrado de Wembley” (TM).

 

Southgate armou o English Team em um 5-3-2-0 de Conte. Vardy e Rashford eram os primeiros defensores ingleses. Só no final do jogo algumas chegadas deles próximas a Alisson. No ataque pouco fizeram ou quiseram fazer. Quando tentaram, o Brasil titular de Tite foi bem. Sem sustos.

 

Com a bola, problemas. Também pela falta de espaços. Daniel Alves e Marcelo tentaram por dentro e pelos lados. Pouco criaram. Coutinho e Neymar afunilaram muito no primeiro tempo. Neymar rodou mais e abriu mais depois. Willian também entrou mais aberto depois, como de costume. Mas faltou a centelha. Pouca luz. Pouca movimentação. Inversão de bola. Drible.

 

 

Partida burocrática. Sem sustos. Mas sem gala. Magia. Graça. Ousadia. Alegria. Sem hashtag de Neymar. Jogo da velha empatado.

 

Foi ótimo como teste para encarar seleção europeia na casa dos men. Mas decepcionou como desempenho.

 

Veja a análise do jogo de Gustavo Roman