Blog do Mauro Beting

Osako x Sakho. Senegal 2 x 2 Japão.

Mauro Beting

Um zero a zero com gols. Mas emocionante no segundo tempo. Um jogo entre o atacante Osako e o zagueiro reserva Sakho honrou o nome.

1º TEMPO – Senegal resolveu se impor fisicamente e propor o jogo. Na primeira chegada fez 1 a 0, aos 10, com Mané, com a bola que bateu nos joelhos depois da falha feia do goleiro Kawashima. O Japão tentou botar a bola no chão e adiantar a equipe, mas pouco fez. Na única chegada, aos 33, Nagatomo e Inui fizeram um belo lance e gol. E só.

2º TEMPO  – O Japão começou um pouco melhor e fez a partida (das piores da Copa) ao menos um pouco mais animada. Quando, aos 25, um lance dos dois laterais africanos dentro da área asiática deu no belo gol de Wague. Aos 32, falha do goleiro senegalês em bola cruzada sobrou para o experiente Honda, que acabara de entrar.

CHANCES DE GOL – SENEGAL 3 x 1 primeiro tempo;  JAPÃO 4 X 2 segundo tempo. TOTAL: SENEGAL 5 X 5 JAPÃO.

O LANCE – 18min do segundo tempo. Lindo lance de ataque japonês e bela finalização de Inui no travessão.

O CARA – O que assistiu aos 90 minutos do jogo. E o atacante japonês Inui.

TÁTICA –  Senegal no 4-1-4-1 propondo jogo contra o reativo 4-4-1-1 japonês.

NOTAS DO JOGO –  SENEGAL 5 X 4 JAPÃO  –  JOGO NOTA 4

O CHUTE INICIAL – SENEGAL  1 X 1  JAPÃO (palpite do bolão)

NO FRIGIR DAS BOLAS  – Senegal é forte fisicamente. Ponto. E deu muita sorte ao marcar dois gols lotéricos contra a Polônia e cair no grupo mais fácil da Copa. Como o Japão. Marrocos jogou mais futebol do que as duas equipes mais caiu em chave mais complicada. Até a Tunísia que já caiu fora teria mais sorte no grupo da vida da Copa.

Veja a análise do jogo de Gustavo Roman