Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

O Buffon retorna à casa

Mauro Beting

05/07/2019 08h15

"Ele retorna porque o convite de uma Senhora não se pode recusar". Buffon é o maior goleiro que eu vi em 52 anos. Ele tem 41. Poucos meses mais velho do que Zoff quando capitão e essencial no tri mundial da Itália, em 1982.

Ano passado foi pro PSG. Morar em Paris. Ganhar do e como um xeique. Sonhar com o pesadelo que teria ao falhar feio em um dos gols que classificaram o misto do United em Paris na Champions.

Volta para Turim. Para a Juventus onde o ex-craque do Parma aprendeu a amar depois da infância torcendo pelo Genoa.

Volta para casa. Palavra dele. Prática de todos.

Faz parte do jogo. Não perde a idolatria. Nem mesmo já não tendo o tempo de resposta mais absurdo que já vi de um goleiro.

Buffon não é mais o mesmo. Mas como não tem ninguém como ele, e também só faltam 8 jogos para superar Maldini como o atleta que mais jogou na Série A italiana, que seja ainda mais feliz com Sarri o vecchio portiere da Vecchia Signora. E ainda mais ao lado de Cristiano. Não mais contra.

Ele retorna explicando o que nem precisava. Mas melhor deixar no belo italiano de sempre: "Torno perchè l'invito di una Signora non si può rifiutare".

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting