Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Palmas aos campeões de um torneio que por 40 anos não foi nosso

Mauro Beting

2010-07-20T19:07:58

10/07/2019 07h58

Mazinho, Taffarel, Mauro Galvão, Ricardo Gomes, Aldair e Branco; Bebeto, Romário, Silas, Dunga e Valdo. Brasil campeão em 1989.

O Brasil ficou 40 anos sem ganhar uma Copa América que, até ganhar uma na Bolívia, em 1997, só ganhava em casa. Esse jejum foi de 1949 (quando superou um forneio sem a Argentina e com um Uruguai juvenil) a 1989. Só ganhou em 1919, 1922, 1949 e 1989. Só em casa.

Toda a Era de Ouro do futebol brasileiro tricampeão mundial passou em branco. Também porque foram poucos torneios. Alguns com seleções da CBD/CBF restritivas e regionalizadas. Mas poucos com justificativas realmente válidas.

É impressionante o futebol pentacampeão mundial ter apenas 9 títulos continentais. Além dos 5 canecos erguidos em casa, apenas 1997, 1999 (contra a Argentina B e o Uruguai Sub-23), 2004 e 2007 (ambos com uma seleção que não era a melhor possível).

Mais complicado de explicar é como durante 40 anos tudo isso NÃO aconteceu com alguns desses convocados:

Sul-Americano de 1953: Barbosa, Castilho, Gilmar, Djalma Santos, Nilton Santos, Bauer, Cláudio, Ademir Menezes, Didi, Julinho, Zizinho. Cinco seriam campeões mundiais entre essas feras. Seis foram vice mundiais no Maracanazo.

Sul-Americano de 1956 (extra): Gilmar, Djalma Santos, De Sordi, Mauro, Zito, Luizinho, Zizinho, Jair Rosa Pinto, Canhoteiro. Cinco campeões mundiais em campo. Também não deu.

Sul-Americano de 1957: Gilmar, Castilho, Djalma Santos, Zózimo, Nilton Santos, Zito, Dino Sani, Didi, Joel, Pepe, Evaristo, Garrincha, Cláudio. Onze campeões mundiais. Também sem título continental.

Sul-Americano de 1959: Castilho, Djalma Santos, Bellini, Mauro, Orlando Peçanha, Nilton Santos, Zito, Dino Sani, Garrincha, Didi, Pelé, Zagallo, Almir Pernambuquinho, Chinesinho. Doze campeões mundiais um ano antes. Sem título.

Sul-Americano de 1959 (extra): uma seleção pernambucana representou o Brasil.

Sul-Americano de 1963: Seleção mineira com alguns jogadores de outros estados foi o Brasil. Sem título.

Copa América 1975: Seleção mineira com alguns de outros estados. Raul, Nelinho, Luís Pereira, Amaral, Piazza, Zé Carlos, Dirceu Lopes, Reinaldo, Roberto Dinamite. Um campeão do mundo em 1970. Não deu.

Copa América 1979: Leão, Júnior, Oscar, Edinho, Amaral, Marco Antonio, Batista, Carpegiani, Falcão, Zico, Sócrates, Roberto Dinamite, Éder, Tita. Baita time. Não rolou.

Copa América 1983: Leão, Leandro, Júnior, Renato Gaúcho, Careca, Roberto Dinamite, Éder, Tita. Sem título.

Copa América 1987: Carlos, Josimar, Júlio César, Ricardo Rocha, Silas, Raí, Valdo, Muller, Careca, Romário. Quatro futuros campeões mundiais em 1994 eliminados ainda na primeira fase.

Quem explica?

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting