PUBLICIDADE
Topo

Blog do Mauro Beting

A final. Santos x Audax

Mauro Beting

07/05/2016 19h38

Grupo de amigos SP-16 do WhatsApp

 

LUGANO 6ENI-3-3 – Cadê o campeão de tudo? Está se preparando para a final da Liga dos Campeões de novo?

MAURO BETING – Me tira dessa, Tricolor. Eu até acertei que o Centurión iria fazer gol no Toluca…

LUGANO – Mas disse que era o pior Sâo Paulo que você tinha visto! #CHUPAIMPRENSA!!! E até o Deus da Raça Wesley está calando sua boca!

MAURO – Fato. Está jogando bem. Mas vamos com calma. O Galo é forte, chega um pouco melhor – mas não tanto como em 2013. E o Wesley, como o André, não joga uma sequência boa desde o Santos do Neymar, em 2010. E Série B não conta, em 2013…

FIEL CASTRO – Não me fale do André!!! E ainda o Tite me diz que ele lembra o Evair batendo pênalti!!!

MAURO – Ele quis dizer na cadência, no estilo de ir devagar, e ele normalmente bate bem e…

FIEL – Chega, Mauro! Como ficar lembrando o Evair?! O cara que fez aquele pênalti contra nós!!! Melhor não falar nada. A única coisa boa foi não comparar com aquele recuo intencional do Pato, em 2013, contra o Grêmio. Meu diabo!

LUGANO – E ainda o Fábio Mahseridjian vem e fala que o Beletti e o Roger Flores defenderam o André na transmissão…

FIEL – O RO-GER FLO-RES! O cara que bateu um pênalti pra fora de sacanagem na Copa do Brasil de 2005 só pra derrubar o Passarella! E ele vem falar de pênalti perdido no Corinthians?!!

MAURO – É como eu querer comentar o cabelo do Yvon Cury…. Mas o Roger jogou muito. Mas foi infeliz no pênalti e no comentário. Como o Fábio, o melhor preparador físico do Brasil, não precisava citar isso para defender o jogador dele. E menos ainda dizer que o comentarista do mesmo canal da repórter Fabíola Andrade havia dito isso. Ninguém precisa ter a mesma opinião. E não é só ex-jogador que pode falar de futebol – embora entenda muito mais do que nós, reles mortais.

LUGANO – Só que o André não poderia bater tão mal!

MAURO – Ele tentou devolver a pressão que o goleiro Conde tinha jogado pra ele de dar todo o canto esquerdo. Tentou mandar no contrapé, no lado direito. Mas como o goleiro não caiu na dele, e ficou parado ali, ele poderia, sim, ter virado o pé. Mas é fácil falar agora.

FIEL – Difícil é torcer. Sabia que ele erraria! Não era o cara. Aliás, quem pode ser com sete pênaltis perdidos no ano? Mas é sacanagem só cobrar o Elias. Até por ele ter perdido o pênalti no SP-15…

PERIPORQUITO – Não perdeu! Prass pegou mais um. E camisa 7 de vocês batendo pênalti na última cobrança contra nós…

BOCA DO PEIXE – Podem continuar falando de eliminações… E o Lugano 6eni-3-3 vai falar na outra semana contra o Galo.

LUGANO – Calma, santista. Não menospreze JAMAIS as Noites de Libertadores do Morumbi. No primeiro jogo a gente faz a diferença!

PEIXE – Como a gente também faz na Vila. Desde 2011 não perdemos em Paulista. São 26 jogos diretos sem derrota.

PERIPORQUITO – Mas empate é pênalti. Vocês já estão com os cantos cantados…

PEIXE – E ganhamos duas vezes de vocês aqui! E não vai pra pênaltis não!

MAURO – Feeling, mais que um prognóstico. Santos ganha de virada. 2 a 1. No fim. Gol de David Braz. De cabeça. Palpite.

LUGANO – Pai Mauro, você anda com a pontaria do André…

PEIXE – Acho que dá pra ganhar nos 90 minutos, também. Mas vai ser difícil. O time dos caras é bom. O Fernando Diniz parece ser ótimo mesmo. Jogo duro. Final de campeonato, né? Mas disso o Santos entende mais que vocês.

FIEL – O Ituano também…

PEIXE – Não vem, não. Desde 2013 vocês não chegam à final.

FIEL – Mas ganhamos de vocês, então. E o Palmeiras que não vence desde 2008? E o São Paulo que não ganha desde 2005, e não faz uma final desde… desde quando?

LUGANO – Ué, desde 2005.

PEIXE – ~Mas foi por pontos corridos. Final, mesmo, o São Paulo não joga desde quando, Beting?

MAURO – Não tinha pensado… Deixa eu ver… Desde 2003, quando o Corinthians do Vampeta foi campeão.

PEIXE – Não lembra o Vamp hoje, não. Mas dessa vez ele vai ser vice, mesmo com um belo trabalho.

MAURO – O Audax está fazendo história. Mas não é o Leicester de Osasco. Até pelo futebol de ambos ser completamente distinto. Ambos respeitáveis.

FIEL – Eu gosto mais do estilo direto dos caras do Ranieri. Aliás, outro palpite seu furadaço, seu Mauro.

MAURO – Meu e do planeta! Leicester, e com Ranieri? Rebaixamento na certa!

PEIXE – Pois é… Espero só que o Lucas Lima vá pro jogo.

PERIPORQUITO – Eu não, por motivos óbvios. Mas daí saem aqueles caras do nada do Santos que decidem. Tipo esse Ronaldo Bueno.

PEIXE – Ronaldo Mendes, que fez o gol do empate.

PERIPORQUITO – Não. Vitor Mendes?

PEIXE – Vítor Bueno. É muita molecada que entra e decide. Que nem o Moraes, que fez o gol do título em 2007 contra o São Caetano.

MAURO – E contra o Azulão do Dorival Júnior!

PEIXE – O Júnior merece outro título.

LUGANO – Os dois times merecem. Têm jogado muito bem. Mas não fala que eu falei.

PEIXE – Muro!

MAURO – Muro é comigo. Mas o Santos tem uma defesa mais confiável, mais camisa, mais opções, e fatura em 90 minutos. O que não tira o mérito do Audax.

PEIXE – E chega de título decidido nos pênaltis!

MAURO – Desde o primeiro paulista, em 1973, dividido entre Santos x Portuguesa, por um erro absurdo do prepotente do Armando Marques.

PERIPORQUITO – E também da imprensinha da época. Seus coleguinhas, seu Mauro, ninguém percebeu na hora o erro dele nas contas!

FIEL – Depois teve o título do São Paulo de novo contra a Lusa, em 1975, que a Portuguesa errou os três pênaltis. O Valdir Peres enchia o saco de todo mundo.

MAURO – O Wilsinho, ponta da Lusa, contava que quando chegou em casa, de madrugada, o pai dele perguntou se já tinham achado a bola do pênalti dele, que ele chutou pra fora do Morumbi…

PEIXE – Tô tentando lembrar as finais com pênaltis. 1973, 1975… Qual mais?

MAURO – Muitos anos não tinham essa chance no regulamento. Não só nos pontos corridos, como em 1994, e de 2005 a 2007. Também em outros campeonatos. Depois de 1975, o Paulistão só foi decidido nos pênaltis em 2014 e 2015. Já foi um recorde duas disputas seguidas.

FIEL – Vão ser três. E vai dar Audax.

PEIXE – Pode secar.

FIEL – Não é secar. É o que tem acontecido. E também com a gente. Saímos duas vezes seguidas. Sem perder!

PEIXE – Desculpa!

FIEL – Usa essa se não der certo na decisão!

MAURO – Não é desculpa. É fato. É muito equilíbrio. Mas dá Santos.

PEIXE – Para de zicar, Mauro. Escreve textão amanhã.

MAURO – Mas este já está bem grandinho…

 

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Blog do Mauro Beting