PUBLICIDADE
Topo

Jorge Sampaoli, ex-Santos

Mauro Beting

11/12/2019 09h16

Jorge Sampaoli chegou na Vila e quase mal estreou por desgastes com a direção que prometeu e não cumpriu. E também pelo jeito inquieto e irritado não só no banco de reservas.

A eliminação prematura na Sul-Americana não ajudou. Mas o ótimo e ofensivo futebol que fez de Jean Mota artilheiro e só parou nos pênaltis na semifinal do SP-19 deu alento a um BR-19 acima da encomenda e da expectativa. Mesmo não tendo desde o início Bruno Henrique e Gabriel Barbosa (destaques absolutos do campeão da América e do Brasil em 2019), e também perdendo Rodrygo no meio da temporada, o Santos honrou seu DNA e a ideia de jogo de Sampaoli.

Ainda que com algumas escolhas equivocadas, outras mexidas incompreensíveis, uma eliminação também prematura na Copa do Brasil, e um ambiente interno nem sempre dos melhores, o trabalho dele foi ótimo.

A continuidade desse desempenho em 2020 passa pela manutenção não só do elenco – complexa pela falta de recursos -, mas também de ideias parecidas. Como a do ex-auxiliar Sebastián Beccace, 38, que treinou o Independiente até outubro. Ou Ariel Holán, 59, antecessor dele em Avellaneda, até junho de 2019.

Dois nomes interessantes. E novos. Holán migrou de hóquei na grama para o futebol apenas em 2003. É treinador principal desde 2015. Começou no mesmo Defensa y Justicia argentino. Onde seria sucedido por Beccacece, que começou a carreira como treinador pra valer em 2016, em temporada fraca na Universidad de Chile, bem melhor no clube argentino, e curta e infeliz agora no Independiente.

Os mais importantes momentos de Beccace foram como auxiliar de… Sampaoli. Nas seleções de Chile na Copa de 2014 e na de 2018, Ma Argentina.

Duas apostas interessantes. Ousadas. Mas de carreiras ainda em fase de consolidação.

Prova de qualidade e inovação na Argentina. Ou falta de qualidade e quantidade no Brasil?

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Blog do Mauro Beting