Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Cielito lindíssimo! México 2 x 1 Coreia do Sul

Mauro Beting

2023-06-20T18:11:42

23/06/2018 11h42

Apesar da inominável bobagem do grito ao goleiro rival no tiro de meta (devidamente multada pela Fifa e corrigida pela enorme massa presente a Rostov), não há torcida em Copas como a do México. Pelo olé dos anos 50, pela ola de 1986, e pelo barulho que faz desde sempre. Mas como sofrem! Contra a Alemanha aguentaram na segunda etapa a pressão enorme. Agora sofriam com os ataques da Coreia do Sul quando ganharam o pênalti tolo. Na segunda etapa aproveitaram um contragolpe quando eram pressionados. E quando faziam festa pela bela vitória sofreram um golaço para apertar o coração nos últimos instantes. Mas sem tirar a "ilusión" pela grande campanha melhor do que o desempenho.

1º TEMPO – O México chegou a ter mais de 70% da bola. Mas os melhores momentos eram no contragolpe dos sul-coreanos. Só Son teve três chances num só lance. Mas um carrinho com maturidade de teletubbie do Hyun-Soo, aos 23, deu no pênalti de mão na bola convertido por Vela, aos 25.

2º TEMPO  – A Coreia do Sul foi grande também na segunda etapa. Terminou marcando um golaço com o ótimo Son, aos 47. Mas antes, em mais um gol desses dias de contragolpes, uma bola retomada no campo de defesa pela esquerda deu no gol de Chicharito, aos 20, em lance semelhante ao do golaço de Lozano na histórica vitória contra a Alemanha – mas que começou com infração do ótimo Herrera não marcada pelo árbitro e não vista pelo VAR que não vê.

CHANCES DE GOL – COREIA DO SUL 6 X 4 primeiro tempo;  COREIA DO SUL 5 x 4 segundo tempo. TOTAL: COREIA DO SUL 11 X 8.

O LANCE – 12min. Lozano, um dos melhores atacantes da Copa, salvou um gol certo ao acompanhar o lateral Lee até dentro da área, com muita vontade e coragem, Exemplo de quem pode jogar e também não deixar jogar pelos cantos.

O CARA – Lozano. Já se esperava muito dele com a bola nos pés a partir da ponta-esquerda. Mas nem tanto taticamente como trabalhou oara ajudar o lateral-esquerdo Gallardo.

TÁTICA – México manteve o 4-3-3 do primeiro tempo contra a Alemanha para propor o jogo (sem a bola um 4-1-4-1, com os recuos de Vela e Lozano). Coreia do Sul repaginada no 4-4-2 bem fechado e com linhas muito próximas.

NOTAS DO JOGO –  MÉXICO  6 X 6 COREIA DO SUL  –  JOGO NOTA 6

O CHUTE INICIAL – MÉXICO 2 X 1 COREIA DO SUL (palpite do bolão)

BOTA-TEIMA – Erro do VAR que não marcou falta na origem do contragolpe que daria no segundo gol mexicano. No lance de jogo corrigido há como errar. Com VAR é inadmissível.

NO FRIGIR DAS BOLAS  – México vai fazendo lindo com resultados melhores do que a encomenda e o desempenho. Coreia do Sul fez mais do que poderia. Jogou como nunca e, perdão, perdeu como sempre.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting