Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Quem gasta mais não ganha mais. A Europa compra e comprova.

Mauro Beting

2018-03-20T19:23:49

18/03/2019 23h49

BetGOAT fez levantamento interessante. Listou desde 1992 os investimentos feitos pelos clubes europeus ano a ano. Os 10 que mais gastaram em contratações, e o acumulado desde então.

Batata. Para quem analisa futebol como se fosse Banco Imobiliário, a decepção. A equação investimento = título não fecha. Não é teorema CQD. É a realidade do mata-mata. E de muitas coisas mais.

Até porque, nesse período todo, o maior time que vi não foi "caro". Ele foi feito em La Masia, o Barcelona de 2008 a 2012. Veio da base, não de la plata.

Mas pra ficar mais claro aos que insistem na burrice de que gastou mais vai ganhar mais, um dado raso. Mas que evita discussões mais tolas.

Pelo levantamento iniciado em 1991, apenas quatro vezes o clube que mais investiu até o final de cada temporada conquistou a Europa. O Barcelona de Cruyff em 1992 (vencendo a Sampdoria que não estava entre os 10 clubes de maior investimento); o Milan de 1994 (superando o Barça que era o segundo que mais investia); o Real Madrid de 2014 (contra o Atlético de Madrid que também não estava no Top-10) e novamente o time de Cristiano em 2016 (novamente superando os rivais madrilenos, que também não gastavam tanto).

No mais, tivemos equipes espetaculares campeãs feitas em casa ou com baixo custo, como o Ajax de Van Gaal, em 1995, que não estava entre as dez mais e ganhou do Milan que mais investia na Europa. Outros campeões que não estavam no Top-10 foram o Borussia Dortmund de 1997 (contra a Juventus que era a quinta que mais investia), Bayern de 2001 (nem ele e nem o vice Valencia gastavam pra estar entre os 10) e Porto em 2004 (também fora da lista como o vice Monaco).

Se desde 2008 não há um campeão que tenha gastado menos do que o vice (o Chelsea que perdeu nos pênaltis para o Manchester United investiu mais), a correlação simplória de gastos com vitórias termina por aqui.

No frigir das bolas: cobre mais desempenho dos clubes com maior investimento. Sobretudo em pontos corridos. Mas exigir mais títulos de mata-mata é atestado de burrice

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting