Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Nota oficial

Mauro Beting

2005-05-20T19:16:11

05/05/2019 16h11

Eu não falei nada.

Eu não fiz nada.

Apenas pedi pra nao fazermos nada.

A não ser jornalismo.

Sem corporativismo. Sem celebração.

Só concorrência quando a Arena Palmeiras, opa, o Allianz Parque se manifestou contra a Rede Globo.

Instante raro de silêncio para a gente ouvir a consciência.

Apenas demos vez a quem tem voz. Ouvimos o que o povo fala. O outro lado.

Sem aumentar o som de uma torcida ou baixar o da outra. Sem falar por cima para esconder o que se escancarou mais uma vez.

Só a realidade. Não um reality-show.

Apenas deixando a torcida se manifestar na transmissão da TNT/Esporte Interativo, ainda que de forma virulenta e não necessariamente correta.

Pedi para deixarmos as pessoas que nos viam entenderem o que o estádio gritava. Como muitas ruas urraram nas últimas décadas e nem sempre foram ouvidas.

Deixar o estádio falar como nunca berrou antes. Ou pior: nunca foi ouvido.

Até porque não havia alternativa. Ou quando havia, era parceira de negócio.

Ninguém aumentou o volume. Apenas deixou o estádio se manifestar.

"Que deselegante"!

Não tenho dúvida. Peço perdão aos ouvidos mais sensíveis e sensatos. Aos colegas que eventualmente tenham se sentido atingidos como muitos outros perdem empregos e empresas quando práticas nocivas entram em campo.

Mas ao vivo é assim. Tanto quanto ter uma câmera na sua cabine mostrando o jogo aberto e democrático de uma transmissão no Allianz Parque, não na Arena Palmeiras.

Dizer o nome certo não é "naming right". É dever de ofício.

Quem sabe faz ao vivo. E quem não gosta, edita.

Sem maquiagem. Apenas mostrando o que por décadas aconteceu. Mas muitas vezes nem isso se mostrava.

O real "reality-show" é esse.

Não o pré-fabricado e pós-finalizado.

Hoje se tem imagem para tudo. Todos estamos expostos. Até por isso devemos expor ainda mais o que existe. E sempre ocorreu. Só não tinha imagem. E muito menos áudio.

Reiterando o que já falei várias vezes: o que se gritou não é o que penso. Como palmeirense e jornalista, quero que o clube e as Organizações Globo se acertem. Até porque o Palmeiras e todos os clubes já dependeram até demais da empresa. Contas que só fecharam pelas cotas globais.

Como concorrente, quero que ela se mantenha saudável como a concorrência.

Desde que concorrência, e não monopólio.

Desde que saudável, e não deletéria.

Como pessoa física que desde 10 de agosto de 1985 tem alguém do meu sangue recebendo dinheiro do grupo, lamento apenas que a esmagadora maioria da população pense assim.

Mas não por responsabilidade do povo que não é bobo.

"O Brasileirão como você nunca viu"?Tem como discutir. Faz parte da comunicação de duas vias que propomos.

Mas como você nunca ouviu?

Tem tudo a ver. E ouvir.

A gente te ouve por aqui.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting