Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Ufa! Brasil 0 x 0 Paraguai. 4 x 3 nos pênaltis.

Mauro Beting

28/06/2019 01h11

Quando a bola sobrou para Coutinho dentro da área contra 179 paraguaios (mas eram mesmo 10, depois da justa expulsão de Balbuena), era o típico lance que ele faz o gol. Mas a bola não entrou. Como não entraram pelo menos outras 13 oportunidades do Brasil que criou mais do que na goleada contra o Peru. Também porque em Itaquera a bola entrou de primeira. No Sul, só na última.

Gatito fez milagres. Gómez e sua defesa seguraram no 4-4–1-1 bem armado por Berizzo o ímpeto brasileiro. A primeira etapa foi igual. O time de Tite teve 4 chances. Mas a mais aguda foi paraguaia. Grande defesa de Alisson em rara desatenção de um sistema defensivo que tem desempenho notável desde 2016. Mas não é devidamente elogiado.

O que teve de bom na Arena do Grêmio castigada pelo gramado ruim foi o apoio do torcedor. Ele teve mais paciência e serenidade que a própria equipe que se afobou com o pouco espaço. E até se assustou com os primeiros 10 minutos de marcação mais adiantada deles.

Depois a coisa se assentou. Alan e Arthur saíram pro jogo. O napolitano ficou mais de olho no ótimo Almirón. Arthur distribuiu passes. Mas poucos agudos. Também porque Coutinho e Firmino voltaram a jogar pouco. O meia até voltou a atuar mais atrás, como necessário. Mas não foi bem. Como Gabriel Jesus que tentou e pouco conseguiu. Ou bem menos que Cebolinha. Outra ótima partida.

Ainda mais na segunda etapa onde o Brasil foi todo ataque. Acabando o jogo com dois zagueiros, sem lateral pela direita, Artur atrás, Paquetá entrando tarde para articular pela esquerda, e Willian bem pela direita, centralizando Jesus para perder os gols que ele, Coutinho e Firmino não se cansaram de desperdiçar. Muitos criados pelo melhor brasileiro novamente – Cebolinha.

Fase ruim do atacante do Liverpool que mandaria pra fora seu pênalti. Mas teve a felicidade de Alisson antes defender o primeiro de Gómez (que não mereceria o castigo) e ver Derlis na sequência do erro de Firmino também desperdiçar o dele. Deixando os holofotes para Gabriel Jesus voltar a marcar e classificar merecidamente o Brasil.

Com o sufoco esperado pelas qualidades defensivas paraguaias. E pela falta de pontaria. E de um pé desequilibrante como o de Neymar.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting