Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Juarez Soares

Mauro Beting

23/07/2019 16h00

O China era de um tempo em que se podia receber o apelido China sem ser chinês. De um tempo em que cada enxadada era uma minhoca na cabeça. Que uma coisa era uma coisa. Outra coisa era outro causo.

Trabalhamos juntos por mais de um ano. Dividimos microfone na Rádio Gazeta. Quase sempre divergíamos no campo de jogo. E sempre nos entendíamos em outras áreas.

Juarez falava boleirês como poucos. E sabia driblar como raros. Puxava os erres com gosto e empurrava os erros pro gasto. Era ácido na língua e doce no trato. Amargo com quem e com o que não gostava, bravo na luta pelo que achava certo. Mesmo que não fosse.

Juarez foi um grande repórter e comentarista. Um ótimo colega e companheiro.

Sabia brigar e quando sair dela. Estilo inconfundível, apaixonado, passional e não poucas vezes parcial. Antes de o conhecer, tive muitos jogos que vi sem o ouvir. Não queria saber das opniões dele. Também porque muitas delas doíam porque eram corretas de tão erradas pro meu gosto.

Depois de o conhecer, gostaria de ter o ouvido mais.

Força e luz à família. Porque nosso microfone fica ainda mais sem força e energia sem o Juarez.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting