Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Clássico é Cássio. Corinthians 1 x 1 Palmeiras.

Mauro Beting

04/08/2019 21h29

O Palmeiras começou o Derby como se fosse o time do começo do BR-19. Jogando bem e fácil e criando uma chance que Cássio impediu com grande defesa, aos 8, com Willian. Aos 12, falta desnecessária de Diogo Barbosa e amarelo idem para Gómez. Sornoza fez sua 12ª assistência jogando a bola na cabeça de Manoel, no seu terceiro gol em clássicos em 2019, em mais uma desatenção de Diogo Barbosa.

O Derby ficou como Carille muito bem administra: apenas Love à frente da bola (mas desde a própria intermediária), Pedrinho (inspirado) e Clayson marcando os laterais amuados e instáveis do Palmeiras, e Gabriel à frente da zaga que não teve trabalho contra o nervosismo atávico do Palmeiras nos últimos Derbys, e potencializado pela absurda pressão na véspera da Academia. Só bola mal espetada para Deyverson (quase sempre impedido), e mal trabalhada por um time que não voltou da Copa América.

No intervalo, Felipão fez o óbvio: sacou o assustado Veiga e apostou em Scarpa, mais vivo e que há tempos merece mais minutos. Com 3 minutos o empate veio na falha de Love, depois de bola cruzada da direita, com Deyverson cruzando da esquerda para Felipe Melo mais uma vez subir em tempo de bola e impulsão impressionantes para empatar.

O Corinthians sentiu e só respondeu um pouco mais quando, aos 15, Vital substituiu Sornoza (ótimo na bola parada, e demais parado sem ela), e quando explorou Clayson enquanto teve pernas para fazer os lances mais bonitos de outro zero a zero com gols. Felipão respondeu com Zé Rafael pela esquerda, substituindo Willian que ainda está sem ritmo e confiança (como todo o Palmeiras), e dando mais força ao contragolpe.

O dono da casa só criaria mais um lance de perigo: aos 39, uma falta de Avelar que Weverton defendeu bem, em outro dos poucos lances dos tantos criados por faltas tolas (embora essa não tivesse acontecido). Respondida aos 48 em bela cabeçada de Deyverson e espetacular defesa de Cássio.

O jogo acabou sendo mais emocionante que bom. Mais nervoso que bem jogado. E com resultado justo, mas ruim para ambos na tabela. Porém aliviante para o Corinthians que mandava o Derby, e para o Palmeiras que não perdeu, mas se perde nos que querem mandar no clube.

O Palmeiras foi buscar o empate pelo que é pelo que o futebol que pode apresentar. Não pelo terror tacado pelos que abusam da intolerância e impaciência e ignorância.

 

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Mais Blog do Mauro Beting