PUBLICIDADE
Topo

A farra dos canastrões do Brasil

Mauro Beting

28/10/2019 16h44

Brasileiros simulam tanta falta que até parecem que simulam jogar bola

Sou velho. Não sei fazer o "arrasta pra cima" no Instagram. Faço outros papelões e papéis de bobo e de trouxa.

Mas sei que o meu papel como torcedor que escreve (e que assume essa condição e por isso é mais transparente de quem não assume) também é ficar estarrecido quando um atacante diz que "o papel dele é cair" quando tocado na área. Ou mesmo quando nem é tocado.

Atacante que até fez sucesso na Espanha. É campeão brasileiro de 2018. Com autoridade e atuações surpreendentes.

Mas que se perdeu como o time. Está se perdendo enquanto atacante e personagem. E não pode dizer que papel de atacante é simular faltas e agressões.

O jogo no Brasil está no baixo nível que está também por isso. Troca-se o ataque pela queda. Troca-se o contragolpe pelo golpe contrafutebol da simulação. O jogo para por nada mesmo. Irrita com a interrupção cavada. Pela farsa manjada que a arbitragem apita junto.

Vários lances são trocados por essa simulação circense. Por esse antijogo boçal. Por esse desserviço ao que há de bom.

Uma coisa é a malícia e a milonga vez e outra. Mas não sempre.

O que é mais deplorável é que quase todos os nossos quando jogam lá fora não se jogam assim.

Aqui vira a farra dos canastrões. Lá sao logo combatidos. Ou viram memes mundiais como os exageros de quem mais sofre faltas no futebol. Mais tem faltas não marcadas sobre ele também. Porque também Neymar simula algumas. Ou simula dores que não batem bola.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Blog do Mauro Beting