Topo
Blog do Mauro Beting

Blog do Mauro Beting

Muita falta e falta pouco. Botafogo 0 x 1 Flamengo

Mauro Beting

08/11/2019 10h18

Teve mais falta do que jogo. Mais antijogo que futebol no primeiro tempo no Nilton Santos que não merecia o primeiro tempo que teve. A não ser quando pela ponta-direita Luiz Fernando ainda causasse sensações que, respeitosamente, o lado direito do ataque do Botafogo se acostumou a infligir aos rivais.

Mas esse Botafogo é mais um retrato na parede, uma solitária no peito ao lado do amargor de ver tanta história agora ser apenas sofrida. Como foi a segunda etapa depois da justa expulsão do seu melhor em campo. Quando então o Flamengo resolveu jogar. Quis jogar. Teve mais espaço. Ainda menos adversários. Um pouco mais de futebol até Lincoln receber a bola de Bruno Henrique e fazer mais uma festa no Engenhão.

Casa rival que a cada jogo é mais rubro-negra. Como o BR-19. Grande time se faz assim. Está difícil? Fica menos complicado justo no final. Quando um cruzamento desse impressionante Bruno Henrique vira gol do atacante da casa que vinha de lesões para derrubar dores e ajudar a atrapalhar o adversário de novo em zona de queda.

O clássico iguala os desiguais. Por isso foi tão difícil para o grande líder. Não por isso está tão complicado para o Botafogo.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Blog do Mauro Beting