PUBLICIDADE
Topo

O time que só faz gol bonito. Flamengo 6 x 1 Avaí

Mauro Beting

06/12/2019 08h47

Mais um 6 a 1 rubro-negro. No duelo dos extremos do BR-19, normal a diferença, por mais anormal que hoje seja a diferença de 18 pontos (!?!) para o vice-líder.

Já não seria tão normal o ritmo e a goleada pela escalação alternativa de Jorge Jesus que não altera a qualidade e a quantidade de bola do Flamengo.

Mas o que impressiona em mais uma festa no Maracanã (que não se justifica em tempo algum e por qualquer motivo a deplorável "torcidas única" no choque de versões entre as duas diretorias) é a beleza dos gols do maior e melhor futebol campeão deste século.

Este Flamengo não só joga lindo. Parece que só consegue fazer gol bonito. Seja em lance bem bolado e executado em bola parada como no primeiro gol. Seja na felicidade de bola desviada que entra no ângulo em bela cavada de Diego. Seja em contragolpe que Gabriel Barbosa conclui de qualquer lugar e com muito jeito. Seja em tabela por dentro que só o time de JJ parece capaz de fazer como no quarto gol.

Ou bola de pé em pé. Ou ataque de um lado a outro.

É muita bola e muito gol.

É muito Flamengo muito superior aos rivais em tão pouco tempo.

Um semestre fantástico o segundo de 2019.

E ainda não acabou.

Sobre o Autor

Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 17 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 28 anos por ser torcedor há 52. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério

Sobre o Blog

O blog fala, vê, ouve, conta, canta, comenta, corneta, critica, sorri, chora, come, bebe, sofre, sua e vive o nosso futebol. Quem vive de passado é quem tem história para contar. Ele tem a pretensão de dar reload no que ouvi e li e vi e fazer a tabelinha entre passado e presente para dar um toque no futuro.

Blog do Mauro Beting